Home»Moradias»Exterior»Espanha»Documentação para viver legalmente em Madrid

Documentação para viver legalmente em Madrid

0
Shares
PinterestGoogle+

Hoje vou compartilhar com vocês um pouquinho da minha experiência com a solicitação de residência em Madrid. Chegamos na capital espanhola no dia 02/02/2014 e ficamos num hostel excelente (dediquei um post pra falar dele), até o dia 07/02, quando nos mudamos pro nosso apartamento.

Como já tínhamos comprovante de residência pra entregar na oficina de extranjería, demos entrada no processo. Sinto dizer que ao contrário do Brasil, o negócio aqui é beeeeem mais complicado. Os sites não são transparentes, há muito desencontro de informações e nós só faltamos pirar pra conseguir deixar tudo agendado.

Primeiramente fomos à Policía daqui e nos deram um papelzinho com um link para fazer agendamento – aqui tudo funciona com agendamento, caso não tenha, nada feito. Meu marido precisou fazer todo o processo primeiro que eu, pois meu visto estava condicionado ao dele. Nos tópicos a seguir tentarei detalhar de forma mais clara possível o que eu tive que fazer:

1 – Fui até a Polícia solicitar informações, me informaram um e-mail para fazer agendamento prévio pela internet;

2 – Depois de agendado (obtive retorno por e-mail no mesmo dia), me dirigi até a Oficina de Canillejas (Calle San Faustino, 23) 7 dias após o agendamento. Levei toda a documentação solicitada por e-mail (original e cópia do passaporte e visto, original e cópia da certidão de casamento, original e cópia do cartão de identificação do meu marido ou a confirmação de agendamento desta e original e cópia da solicitação EX 00 – um formulário que eles pediram pra eu preencher).

Lá foi super tranquilo e o atendente era super atencioso, ele me instruiu a aguardar uma carta que chegaria aproximadamente em 40 dias em minha casa se meu visto fosse aprovado;

3 – Quase 40 dias depois a carta chegou em minha casa com meu visto aprovado (êêêê) e mais instruções de como proceder para obter meu cartão de identificação, denominado NIE (equivalente ao RNE do Brasil). Tive que pagar uma taxa de 15,30€ e fazer o procedimento a seguir;

4 – Foi necessário fazer um procedimento chamado “empadronamiento“, que é o documento que comprova seu tempo de permanência em território espanhol, independentemente de sua nacionalidade ou situação legal. Acredito que seja um controle da prefeitura sobre os residentes – todos que residam na Espanha são obrigados a fazer esse procedimento. O agendamento se dá também pela internet e é super fácil, pois geralmente já tem vaga pros próximos dias e podemos escolher qual oficina queremos ser atendidos (clique no link para ver). No meu caso fui atendida na OAC VILLA DE VALLECAS. Foi rápido e já saí de lá com o papel em mãos;

5 – Posteriormente fui à Oficina de Extranjería de Aluche duas vezes. Na primeira visita à Oficina eles recolheram os novos documentos solicitados e gravaram minhas impressões digitais, procedimento denominado de huella. Os atendentes informaram que 30 dias após essa data o meu NIE já estaria pronto pra ser retirado. Vale ressaltar que o documento só fica lá até o 45º dia após a data da huella, é importante não perder as datas;

6 – Com pouco mais de 30 dias da minha ida à Oficina, fui retirar meu NIE em Aluche. Não é necessário agendamento para retirada de NIE, desde que esteja dentro do prazo de 45 dias.

OBS1Solicitaram para o NIE duas fotos carnet, que nada mais é que a nossa famosa foto 3×4. Como não sabíamos, meu marido acabou tirando essa foto carnet e eu comparei depois com a minha 3×4 e era quase mesmo tamanho, então aproveitei as fotos 3×4 que já tinha. Caso você não tenha ou tenha esquecido, na maioria dos metrôs e até mesmo dentro da Oficina tem máquinas que emitem fotos carnet por 5€.

OBS2O processo é bastante demorado, porém necessário. Faça tudo o quanto antes para obter seu NIE antes da data de vencimento do seu visto do passaporte (aquele que veio desde o Brasil). No meu caso recebi o NIE há aproximadamente duas semanas do meu visto vencer.

OBS3No caso de viagens para outros países da União Europeia é NECESSÁRIO apresentar o passaporte. Numa ocasião estava indo pra Roma e esqueci o passaporte do meu marido em casa, tentamos embarcar só com o NIE dele e não deixaram. Tivemos que voltar em casa “voando”pra buscar o passaporte dele e poder embarcar. Outra ocasião fomos pra Barcelona e meu marido conseguiu viajar só apresentando o NIE, no problem…

OBS4: Se estiverem procurando apartamento pra alugar ou comprar, indico as imobiliárias Red Piso e Vivienda Madrid, que é com quem fechei negócio. Achei o atendimento eficiente e a transação segura.

É isso pessoal, espero que eu tenha ajudado. O procedimento é burocrático e demorado, mas depois que passa vale a pena. 🙂

Até a próxima!

CONTINUE LENDO:

Post anterior

Como se mudar para Madrid: Um pouco sobre minha experiência

Next post

Hostel em Madrid: bem localizado, bom e barato!

8 Comments

  1. Fernanda
    05/05/2015 at 3:19 pm — Responder

    Oi Rafa, tudo bem? Viu, tenho uma dúvida.. Comecei a juntar os documentos pra solicitar um visto de estudante (12 meses) na Espanha no final de fevereiro deste ano. O antecedentes criminais e atestado médico foram emitidos em 25 de fevereiro. Após todo o trâmite de legalizações e envio ao consulado da ESpanha em Sp, estou esperando a resposta do visto. Lá me avisaram que estes documentos na verdade serão utilizados na Espanha pra obter o NIE. Porém, estes documentos indicam ter uma validade de 90 dias. Até chegar na Espanha, que espero ser dia 1 de junho e agendar todos os trâmites para obtenção do NIE, os documentos terão passado da validade… Isso tem algum problema?? Obrigada

    • 06/05/2015 at 10:28 pm — Responder

      Olá Fernanda, tudo bem? Eu por pouco não passei pelo mesmo problema, porém consegui dar entrada no NIE com o documento ainda válido. Porém, você acredita que nem pediram isso? Juro! Está na lista de coisas pra levar, mas nem pediram! Tenta emitir outro próximo à tua viagem e leva os dois (o vencido e o válido), se der. Um beijão!

  2. Lorena Castro
    21/06/2015 at 6:10 pm — Responder

    Oi Rafaella tudo bem? Gostaria de saber se dá pra trabalhar o cônjuge como acompanhante do outro, no caso de quem vai pra estudar?

    • 21/06/2015 at 8:45 pm — Responder

      Olá Lorena, desculpe, não sei se entendi sua pergunta. Se o cônjuge acompanhante pode trabalhar enquanto o outro estuda? Acredito que só se você já for com o emprego do Brasil, do contrário lhe darão um visto de estudante (foi o que aconteceu comigo). Beijos!

  3. Vanessa Calaça
    26/06/2017 at 6:33 pm — Responder

    Olá Rafaella, meu marido vai fazer um master na Espanha com duração de um ano, e eu irei com ele, mas estou bastante perdida com relação ao visto! No meu caso, em que meu visto será atrelado ao dele, como eu faço a comprovação de renda? No caso, só ele mesmo comprova a renda pra nós dois? É necessário que eu faça algo também para comprovação de renda? Perdão por tantas perguntas, mas são tantos detalhes!!! Gratidão

    • 26/06/2017 at 6:37 pm — Responder

      Oi Vanessa! Vc sendo casada com ele, apenas ele declarar renda já é suficiente. Quando fui fiquei super confusa em relação a isso também, mas como eu tinha me demitido no mês anterior ao da viagem, nem tinha mais renda pra comprovar – então declaramos só a dele e alguns investimentos que tínhamos juntos. Fique tranquila. Beijos e boa sorte!

  4. Erika
    16/04/2018 at 9:50 am — Responder

    Oi Rafa, tudo bem? Meu marido vai fazer um Master em Barcelona com a duração de 2 anos e eu vou fazer um curso de 9 meses. Você sabe me dizer se eu poderia atrelar o meu visto ao dele após os 9 meses através da solicitação de residência ou eu já teria que sair do Brasil com esta relação comprovada? Obrigada! 🙂

    • 16/04/2018 at 4:32 pm — Responder

      Oi Erika! Se eu fosse você já sairia com essa relação comprovada, mas não sei de fato se isso é necessário. Tente ligar para o consulado. Boa sorte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.