Home»Dicas Gerais»Coronavírus: Devo cancelar minha viagem?

Coronavírus: Devo cancelar minha viagem?

0
Shares
PinterestGoogle+

Nesse post você não vai encontrar nenhum roteiro ou dica de viagem, apenas uma reflexão de quem está preocupada com o cenário atual que o mundo está vivendo por causa do COVID-19, porém com reflexões com foco no tema turismo.

Essa crise que vivemos atualmente serviu para nos mostrar o quanto é bom ter liberdade. Liberdade para sonhar, para viajar, para planejar. Essa incerteza do amanhã causa tremenda ansiedade e tristeza em todos, especialmente naqueles que trabalham e ganham a vida com o turismo.

Devo cancelar minha viagem? Foto: Cânions do São Francisco
O gráfico mostra a queda nas ações de uma das maiores empresas do setor, que já acumula perda de 77% nos últimos 6 meses

Se você tem viagem marcada, não cancele! Remarque! O setor de turismo é um dos mais impactados com a atual crise do novo coronavírus, com centenas de pessoas desempregadas e sem perspectiva de melhoria.

Algarve – Portugal

Além do fator dólar, que já custa mais de R$5 e encarece as passagens aéreas e tudo que envolve o turismo, ainda passamos por esse momento difícil que é essa Pandemia.

Se você possui passagem aérea comprada para países de foco da doença, como Europa, EUA ou países da Ásia, eu consideraria remarcar para pelo menos daqui a 8 meses. Creio eu, e assim espero, que em oito meses as coisas já estarão melhores.

Madrid – Espanha

Se sua viagem é dentro do Brasil eu arriscaria remarcar para um período mais curto, como por exemplo, daqui a quatro ou cinco meses. Eu sei que é muito frustrante ter que remarcar algo que muitas vezes levamos meses planejando, mas agora é o momento de pensarmos no coletivo e em nossa saúde. Por enquanto, fique em casa! 🙂

Que fique claro o “arriscaria” do parágrafo anterior, porque muita coisa pode acontecer e tudo está acontecendo muito rápido, portanto não sabemos ao certo quando tudo isso irá passar.

Fernando de Noronha

As companhias aéreas estão bastante flexíveis quanto aos custos de remarcação de voo, então quanto a isso não precisa se preocupar.

É muito estranho ver tudo cancelado, voos cancelados, países com fronteiras fechadas, museus e atrações turísticas fechadas, sem previsão de volta. Dói não saber quando tudo voltará ao normal. Tive a sorte de já ter conhecido um pouquinho desse mundo, e temo parar de conhecer. Espero, ainda, poder desbravar novos lugares, novas horizontes, novas paisagens, novos sabores, novas culturas e, principalmente, desfrutar da liberdade – não tem nada que eu goste mais de fazer nesse mundo. 🙂

Alpes Suíços

Eu acho que ninguém sairá dessa igual. Acredito que todos valorizarão mais a vida, o tempo em família, um dia de sol, um filme incrível que acabou de estrear, uma peça de teatro, uma prainha no fim de tarde. Ou, quem sabe, até uma simples ida ao supermercado sem muitos cuidados.

É muito importante unirmos forças para que profissionais autônomos e empresas pequenas do setor de turismo não quebrem. Vocês viram o gráfico e viram que até as gigantes estão sofrendo, que dirá as mais desprovidas de recursos. Quando você cancela uma viagem, você está cancelando o pão de uma família. Quando você remarca uma viagem, você apenas adia. A vida vai continuar, mais cedo ou mais tarde – e, se possível, que façamos nossa parte. 🙂

Post anterior

Roteiro de 4 dias no Chile: Carnaval 2020

Next post

O que fazer na quarentena?

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.