Mercados de Natal em Viena

Atrações imperdíveis em Viena

Viena me encantou desde que coloquei os pés na cidade. Sabia que seria um lugar encantador, ainda mais em tempos de frio, que dá um charminho a mais. Viena é sinônimo de boa música, berço de grandes compositores como Beethoven e Mozart*, além de abrigar – segundo especialistas – a ópera com melhor acústica do mundo. Viena é cultura, Viena é um charme.

A cidade foi eleita pela quarta vez a melhor cidade para viver do mundo, segundo consultoria internacional Mercer. As qualidades destacáveis são a estabilidade econômica, política, boa infraestrutura,  cidade segura e enorme oferta cultural.

A capital da Áustria está situada às margens do Rio Danubio e o idioma oficial é o alemão. Particularmente, não tive problemas em falar inglês na cidade e não vi nenhum brasileiro perdido por lá. Estranho né? geralmente esbarramos com trocentos brazucas por aí. Posso até está enganada, mas acho que Viena não é um dos destinos favoritos dos meus conterrâneos – bobagem, pois não sabem o que estão perdendo!.

*Mozart nasceu em Salzburgo, mas viveu e morreu na capital.

Vou contar pra vocês sobre as atrações imperdíveis em Viena em 2 dias (inteiros):

  • Palácio Imperial de Hofburg

Lugar de residência dos Habsburgo por mais de 600 anos, esse conjunto arquitetônico abriga os antigos aposentos imperiais, a Biblioteca Nacional de Áustria e a Escola de inverno de Equitação. Eu, particularmente, visitei os aposentos imperiais e a biblioteca (ingressos separados). Nos aposentos reais está exposta toda a prataria imperial, porcelanas, cristaleiras e demais objetos de cozinha, além dos quartos imperiais. No mesmo lugar está o Museu Sisi, que eu simplesmente AMEI!. Poderia dizer que minha visita a Viena começou a valer a pena quando conheci esse lugar. No museu não deixe de ouvir os relatos pelo áudio-guia, em que contará partes da vida melancólica dela, seus problemas, seus poemas. Podemos ver também vários vestidos usados por ela e outros objetos pessoais. Os relatos são magníficos e conta inclusive sobre seu terrível e inesperado assassinato e a célebre frase proferida pelo Rei Francisco José de Áustria quando soube do ocorrido: “ah, vocês não sabem o quanto amei essa mulher…”. 🙂

Se você não conhece um pouco da história da Sisi talvez não ache muito interessante, e se você não tem nem um pingo de sensibilidade tampouco. Meu marido deu várias voltas no museu e eu ainda estava na segunda sala… Ingresso com áudio- guia: 13,90€.

Palácio Imperial de Hofburg

Palácio Imperial de Hofburg

Palácio Imperial de Hofburg

Palácio Imperial de Hofburg

Palácio Imperial de Hofburg

Palácio Imperial de Hofburg

Considerada uma das bibliotecas históricas mais belas do mundo, está localizada no complexo do Palácio de Hofburg e foi construída em pleno século XVII sob as ordens do Imperador Carlos VI. Espere encontrar além de livros muito mármore, estátuas, pinturas e afrescos no teto. No local conservam-se mais de 200 mil livros que compreende os anos de 1500 a 1850. Dica: A entrada para a Biblioteca não é a mesma entrada dos aposentos imperiais e o ingresso também deve ser comprado separadamente (no próprio hall da biblioteca tem uma bilheteria). Grau de lindeza: Imperdível 🙂 Ingresso: 7,00€.

Biblioteca Nacional de Áustria

Biblioteca Nacional de Áustria

Biblioteca Nacional de Áustria

Biblioteca Nacional de Áustria

Biblioteca Nacional de Áustria

Biblioteca Nacional de Áustria

  • Naschmarkt

Sou do tipo que a-d-o-r-a visitar os mercados principais das cidades, mesmo que os preços sejam mais inflacionados que os demais. Neles podemos ver e ter uma noção do que a população em geral gosta, o que consomem, quanto pagam em média pelos produtos, e claro, provar algumas coisinhas que eu ache interessante. 🙂

Lembrando que ao fazer sua reserva de hotel por esse link você paga em reais, foge do IOF, não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a amiga aqui! :)

No Naschmarkt não foi diferente. O principal mercado da capital existe desde o século XVI e esbanja muita cor, muita simpatia dos funcionários e preços não tão caros. Inclusive no local têm uns restaurantes fechados pra quem quiser ter uma refeição mais sossegada. Dica: Fecha aos domingos.

Castanha do Pará invadindo o mundo!

Castanha do Pará invadindo o mundo!

  •  Ringstrassen

Essa famosa avenida possui um formato circular que rodeia o centro de Viena, e é nela que estão as mais bonitas obras arquitetônicas. Antigamente Viena era protegida por uma muralha, que foi derrubada e construída a que hoje é a Ringstrassen. Nela estão o Palácio de Hofburg, a Bolsa de Valores, a Prefeitura, o Parlamento, etc.

Parlamento

Parlamento

  • Catedral de São Estevão

A igreja que Mozart casou é a sede principal da arquidiocese de Viena. Possui estilo gótico e algumas coisas estilo barroco e eu, particularmente, achei um pouco sombria. Confesso que não gostei muito, mas já que estava andando pelo centro da cidade – onde ela está situada – por que não entrar né? Preço: Entrada gratuita. Um áudio-guia está disponível por 4,50€.

Catedral de São Estevão

Catedral de São Estevão

  • Hundertwasser

Apesar de eu ter ido às 17h visitar, já havia escurecido e não pude contemplar muito o colorido que exala o local. O Hundertwasser nada mais é do que um complexo residencial com um aspecto digamos que diferente. Algumas pessoas dizem que o pintor Friedensreich Hundertwasser era o Gaudí austríaco. O curioso é que dentro das casas crescem árvores e é possível ver algumas saindo pelas janelas… Atração gratuita. Dica: Se quiser comprar souvenir, o centro comercial que tem bem em frente tem ótimas opções e é uma gracinha. 🙂

Hundertwasser (valeu a intenção de tirar foto!)

Hundertwasser (valeu a intenção de tirar foto!)

Hundertwasser | Centro comercial

Hundertwasser | Centro comercial

Hundertwasser | Centro comercial

Hundertwasser | Centro comercial

Sejam bem vindos ao parque de diversão mais antigo do mundo! Nesse lugar está a também roda gigante mais antiga do planeta, com de 60 metros de altura e com 120 aninhos em 2017. A roda gigante foi inaugurada durante a celebração do 50º aniversário da coroação de Francisco José I.

Ao longo da sua história, a famosa roda gigante sobreviveu a grandes catástrofes naturais e conflitos bélicos. Durante a I Guerra Mundial, teve que parar de funcionar por 2 anos. O brinquedo original possuía 30 cabines, e atualmente só possuem 15, pois as demais não puderam ser recolocadas. Inclusive uma das 15 cabines ainda é a original, porém não divulgam qual (será que fui nela?). 🙂

Eu confesso que fiquei com um pouco de medo de andar nessa roda gigante, ela treme demais!. Em determinado momento, quando estava bem no topo, o vento estava muito forte e eu fiquei sentadinha, nem ousei levantar pra não balançar mais ainda… hahahaha. Mas não liguem, sou uma medrosa assumida.

Aos mais abastados, é possível jantar em uma das cabines e avistar Viena do alto. Com certeza uma experiência diferente e válida. Preço do passeio: 10,00€. Para comprar online, clique aqui.

Vale ressaltar que a entrada no parque é gratuita e você paga avulso os brinquedos que quiser ir. Dentro dele também está o Museu de Cera Madame Tussauds, mas nesse eu não fui. O Prater é um lugar imperdível para quem viaja com crianças.

Roda gigante mais antiga do mundo

Roda gigante mais antiga do mundo

Reconstrução da roda gigante

Reconstrução da roda gigante

#medo

#medo

Em Viena o que não falta é palácio né? Então vamos lá pro próximo! O Schönbrunn era a “humilde” residência de verão dos imperadores, e em seu interior pode-se ver toda a suntuosidade definida em estilo rococó. Antigamente o Palácio ficava fora de Viena, porém a cidade cresceu e abocanhou a região onde é o Palácio. Destaque para o salão em que celebravam os banquetes imperiais e os quartos. Dica: Existem dois ingressos disponíveis para a compra no local, o “Imperial Tour” (mais curto – 14,20€) e o “Grand Tour” (maior – 17,50€). Infelizmente não é permitido fotografar.

Para quem tem interesse em zoológicos, pertinho do Palácio está o Tiergarten, o zoológico mais antigo do mundo.

Redondezas do Schönbrunn, não é uma graça?

Redondezas do Schönbrunn, não é uma graça?

Schönbrunn

Schönbrunn

Schönbrunn

Schönbrunn

AMO essas paisagens de outono! *_*

AMO essas paisagens de outono! *_*

*_*

*_*

  • Ópera

Um dos meus motivos para querer voltar a Viena um dia é sua aclamada Ópera. É possível visitá-la sem que seja para assistir um concerto, mas eu não dei sorte e não consegui fazer a visita, pois no dia que eu fui estava fechada para visitação. Dica: Se você quiser assistir uma ópera nesse lugar é possível assistir de pé pagando apenas 3€, porém, não é possível comprar ingresso antecipado e é necessário chegar com pelo menos 1:30h de antecedência do espetáculo, pois as filas costumam ser gigantes. Para ver a programação e comprar ingresso antecipado, clique aqui.

Ópera de Viena

Ópera de Viena

  • Mercado de Natal: Wiener Adventzauber

Dica de uma amiga austríaca que conheci durante minha viagem pela Irlanda, os mercados de Natal são uma ótima oportunidade para quem ainda não comprou artigos de decoração natalina. E o mercado não se resume a isso, ele também é ótimo local para ter uma comida rápida, comer biscoitos típicos e decorados ou um Glühwein, mais conhecido como vinho quente, em dias mais frios (o que não é difícil em Viena). A decoração do local é uma atração à parte, e por está em frente à sede da Prefeitura, torna o lugar mais lindo ainda!. Essa viagem foi feita em meados de novembro, com o inverno batendo na porta, mas o mercado se estende até o dia 24/12. Entrada gratuita. Dica: É possível assistir um concerto natalino  dentro do prédio da Prefeitura gratuitamente no período de 28/11 a 21/12, de quinta a domingo, das 15:30 às 19:00h.

Além desse mercado de natal, que é o mais famoso da cidade, existe outro em frente ao Palácio Schönbrunn, porém nos dias em que eu estava em Viena ainda não estava em funcionamento. Para quem tem interesse, funciona de 23/11 a 26/12.

Antiga sede da Prefeitura

Antiga sede da Prefeitura

Christmas Market, não é lindinho?

Christmas Market

Enfeites natalinos...

Enfeites natalinos…

Guloseima... (essa eu comi, é boa!)

Guloseima… (essa eu comi, é boa!)

Fui parar nos Jardins de Belvedere por acaso, peguei um bonde no mercado de natal pra dar uma volta na cidade, me deparei com o palácio e desci do bonde. A residência de verão do Príncipe Eugênio de Savoya, segundo o que li, decepciona quem visita o interior. Verdade ou mentira, não entrei e visitei somente o Jardim. Segundo relatos de pessoas que entraram, é bem mais interessante por fora.

Realmente o Jardim é belo! Moldado em estilo francês, é um ótimo lugar para os dias de sol. Muitas esculturas, belas paisagens e ambiente super limpo. Apesar de não ter entrado no meu roteiro inicial de viagem, adorei ter conhecido. 🙂 Para visitar os Jardins, a entrada é gratuita.

No local tem um espelhão maravilhoso pra tirar foto e sair o palácio ao fundo! :)

No local tem um espelhão maravilhoso pra tirar foto e sair o palácio ao fundo! 🙂

Inclua os Jardins de Belvedere na lista "atrações imperdíveis em Viena" e você não vai se arrepender!

Inclua os Jardins de Belvedere na lista “atrações imperdíveis em Viena” e você não vai se arrepender!

Belvedere

Belvedere

Jardins de Belvedere

Jardins de Belvedere

E para os curiosos que estão se perguntando se não comi a famosa Torta Sacher do Café Sacher, saibam que comi sim! E não achei essa coca-cola toda não. Ambiente muito requintado, elegante, caro e com a torta super seca, parecendo ser do dia anterior. MAS, para quem quiser ir mesmo assim, que fique claro que é somente a minha opinião. Existem outras melhores na cidade.

Café Sacher

Café Sacher

História da Torta original

História da Torta original

Torta Sacher do Café Sacher

Torta Sacher do Café Sacher

Curiosidades… Imperatriz Sisi

Imperatriz Sisi | Foto tirada do wikipedia

Imperatriz Sisi | Foto tirada do wikipedia

Elisabeth, rainha consorte de Hungria, duquesa de Bavária, Imperatriz de Áustria e esposa do poderoso Francisco José de Áustria. Se negou a cumprir com as obrigações da corte e rompeu os moldes de sua época. Essa belíssima e complicada imperatriz encantava a todos por sua simplicidade, carisma e personalidade diferente das demais mulheres. Conhecer a história da Sisi é conhecer e estremecer diante de uma imensidão de curiosidades e afinidades. Fã de equitação, uma mulher rebelde e culta. A bonita mulher possuía 49cm de cintura e era anoréxica e bulímica, sempre preocupada com sua aparência. O seu cabelo ia até os pés, e contraditoriamente com a figura vaidosa, ela gostava mesmo era de tomar cerveja com o pai, e passou por inúmeros problemas com a sogra por sua falta de interesse com a etiqueta real.

Eu poderia ficar falando sobre a imperatriz o resto do post, mas não é o caso né? Se você ainda não viu a trilogia de 1950 que fala sobre sua vida, recomendo fortemente que veja, pois foi um dos melhores filmes que já assisti. E mesmo sendo um filme tão antigo, é um filme que me tocou – principalmente por já ter visto toda aquela beleza presente na película. Os lugares, os palácios, os vestidos – inclusive de noiva e todo aquele mundo cruelmente fechado que ela não queria participar mas não podia.

A Áustria me deixou com gostinho de quero mais, e pretendo um dia – não muito distante – voltar pra esse lugar tão lindo e desbravar outras cidades menos conhecidas. Meu tempo de estadia na cidade foi de apenas 2 dias, mas com um pique grande consegui conhecer tudo o que escrevi e mais alguns. 🙂

E vocês? Já visitaram a Áustria?

Continue lendo: Onde ficar em Viena