Litoral Norte

Parrachos de Maracajaú

Sempre tive vontade de conhecer os Parrachos de Maracajaú, desde minha primeira visita a Natal, ainda como turista. Ficava encantada com os tons da água cristalina, a transparência, os corais, os peixinhos coloridos e tudo aquilo que envolve um passeio marítimo.

Maracajaú fica localizado no município de Maxaranguape, a mais ou menos 55 km de Natal e meio caminho andado pra quem quiser esticar pra São Miguel do Gostoso, a próxima cidade a riscar da minha listinha de lugares pra visitar no Rio Grande do Norte.

Pra quem deseja ficar somente na praia e não ir pros Parrachos, acredito que só vale a pena se for conhecer o Ma-noa Park, um parque aquático famosinho que tem por lá e que garante diversão pra toda família, especialmente pra criançada. Mas se for somente pra praia de Maracajaú, não vale a pena pela distância e por ter praias mais bonitas e mais próximas de Natal.

Como chegar de carro?

Eu fui de carro com meu marido e gastei aproximadamente R$40,00 de gasolina (R$3,65 o litro). Caso vá sozinho, não vale a pena ir de carro e sim de transfer com muitas das operadoras de turismo que atuam na região. Quando estava lá vi chegando vans e ônibus da CVC, Luck Receptivo, etc.

Saindo de Natal rumo ao litoral Norte, basta seguir pela BR-101 em direção a Touros. No caminho mais a frente terão placas de sinalização para o Ma-noa Park, basta segui-las.

Quanto gastar?

Pesquisei alguns lugares e vou passar aqui pra vocês, lembrando que os valores são para pagamento em espécie e que estamos na baixa temporada (maio):

Natal Vans

Buscam você no hotel e cobram $130,00 de lancha ou R$110,00 de catamarã com partida às 8h de Ponta Negra. No valor está incluso transporte ida e volta, ingresso para os parrachos, equipamento de snorkel e entrada no Ma-noa Park.

Telefone: (84) 3642-1883

Rota

Buscam você no hotel e cobram $125,00 de lancha ou R$110,00 de catamarã com partida às 8h de Ponta Negra. No valor está incluso transporte ida e volta, ingresso para os parrachos, equipamento de snorkel e entrada no Ma-noa Park.

Telefone: (84) 3322-305

Guia Cruz

Transporte ida e volta incluso, sendo que ele busca por volta de 7:30 no hotel e leva os turistas para a praia Caraúbas e Rio Peracabus. Por volta de meio dia (horário varia de acordo com o mar)  parte para os parrachos. Equipamento incluso. Preço: R$110,00.

Telefone: (84) 99190-5005.

Portal do Maracajaú

Contratando direto com a Andréa ou Maurílio paga-se R$70,00 apenas pelo passeio de catamarã com duração de aproximadamente 3h. Equipamentos inclusos. Não preciso dizer que optei por esse né? OBS: Contratei diretamente no local, sem fazer reserva.

Mais ou menos 15 minutos antes da partida do catamarã eles fazem uma chamada pra conferir os presentes e entregam o equipamento. A boia e colete são entregues dentro do catamarã. O trajeto de catamarã dura aproximadamente 30 minutos e balança um pouco. Para quem mergulha com cilindro as instruções para o mergulho são dadas durante o trajeto de ida. Achei os funcionários muito atenciosos e prestativos.

OBS: Caso você chegue cedo e queira comer algo antes de mergulhar, o Portal do Maracajaú cobra caríssimo, apesar de oferecer boa infraestrutura para os visitantes. Porém, uma coca-cola de latinha custa R$6,49 (com 10%). Bem ao lado tem um restaurante que não damos nada olhando de fora, por ser simples e pequeno, mas que tem preços bem mais razoáveis e comida muito boa. Chama-se Evolution Restaurante e fica BEM ao lado do Portal do Maracajaú.

Pedimos um petisco de 4 pasteis pequenos no Portal do Maracajaú e depois fomos almoçar no restaurante ao lado e pasmem, gastamos a mesma quantia!

Portal do Maracajaú

Portal do Maracajaú

Sobre o passeio

O catamarã balança um bocado, então não recomendo que comam nada pesado antes do mergulho. Caso queiram petiscar alguma coisa, tem uma embarcação de apoio que vende bebidas e alguns petiscos para comer durante a permanência nos parrachos. É permitido que você leve seu próprio lanchinho também.

Como é uma área de preservação ambiental, é estritamente proibido tocar nos corais. E, caso veja algum bichinho, não toque. Na ocasião vi um homem segurando uma tartaruguinha, mas saibam de antemão que não é permitido.

Caso não tenha câmera à prova d’água, eles oferecem um pacote de fotos por aproximadamente R$40,00. No local nos é dado uma boia pra ajudar na flutuação, pois nadar cansa viu?

Agora que vocês já tem todas as informações, basta programar a próxima viagem pro Rio Grande do Norte e usufruir o que tem de melhor: a natureza! Confiram um pouquinho de como foi meu dia:

Esse é o catamarã do trajeto

Esse é o catamarã do trajeto

Parrachos de Maracajaú

Parrachos de Maracajaú

Parrachos de Maracajaú

Parrachos de Maracajaú

Parrachos de Maracajaú

Parrachos de Maracajaú

Praia de Maracajaú

Praia de Maracajaú

Praia de Maracajaú

Praia de Maracajaú

 

Até a próxima!

Praia de Genipabu

Olá gente! Depois de mais de mês sumida estou de volta! 🙂 E hoje vou contar pra vocês sobre a Praia de Genipabu, praia com 10km de extensão no litoral norte do Estado do Rio Grande do Norte. Pra começar, visitei a praia em duas ocasiões: uma no mês de agosto e outra agora, finzinho de dezembro. Nem preciso dizer que no veraneio é tudo pior, né: trânsito, passeios mais disputados e mais caros e estacionamento também. Mas a boa notícia é que a paisagem continua linda! (e a praia limpa). 🙂

Praia de Genipabu

Praia de Genipabu

Praia de Genipabu

Praia de Genipabu

Genipabu está localizado no município de Extremoz, região metropolitana a 20 km de Natal. A estrada de acesso é bem ruim: buracos, poças de lama, congestionamento, MAS uma coisa é boa: a sinalização. Você consegue chegar facilmente à praia sem GPS. Ruim é ter que mandar o carro pra alinhar depois… rs.

Ficamos no estacionamento da Barraca do Véio e pagamos R$4 pra estacionar mesmo havendo consumação. Os petiscos eram bons, especialmente os pasteis de queijo e carne de sol (R$30/porção com 5 unidades). Não havia muitos ambulantes na praia e pedir água de coco, por exemplo, só na barraca (R$4,40 c/10%). Pra quem mora em Natal, isso é quase um assalto.

Almoçamos no local também e não recomendo. Com o mesmo R$ você come com muito mais conforto e qualidade nos bons restaurantes de Natal. Chegue cedo, peça petiscos e almoce em Natal. É impressionante como o preço é quase o mesmo e você come muito melhor. Guarde o dinheiro pra gastar nos passeios de buggy, que pechinchando consegui por R$170 o passeio curto com duração de 1h. Assaltados de novo, mas é verão e eu estava com meus primos de outra cidade, então não tínhamos outra opção, já que eles passariam pouco tempo em Natal. OBS: Os bugueiros ficam bem em frente a Barraca do Véio.

Paradinha no buggy pro meu irmão tirar foto!

Paradinha no buggy pro meu irmão tirar foto!

O buggy leva 4 pessoas, além do motorista do buggy. Sobe as dunas, mostra a lagoa de Genipabu – sem parada pra banho pois é proibido por ser área de proteção ambiental – e dá umas voltinhas com ou sem emoção – essa fica a critério das pessoas.

Altura das dunas :O

Altura das dunas :O

Lagoa de Genipabu

Lagoa de Genipabu

Meu primo que gentilmente cedeu algumas fotos pra mim, como essa :)

Meu primo que gentilmente cedeu algumas fotos pra mim, como essa 🙂

Praia limpa, mar calmo e muita tranquilidade define esse lugar. Você tem a opção de subir a duna a pé (lembrando que pode ter até 30 metros de altura) pra passear nos dromedários que tem por ali, advindos em maioria da Espanha. Esses dromedários são celebridades, pois já participaram até da gravação da novela “O Clone”. Pra passear neles – a caráter – desembolse em média R$50 por 15 minutos de passeio.

Sem Título

Com tantas atrações na praia, quem resiste? Ligue o botão “relax” e curta muito esse pequeno pedaço do paraíso.

Um beijo!