Gorjeta na Itália

Qual a diferença entre Mancia, Coperto e Servizio na Itália?

Ao viajar para a Itália nos deparamos com cobranças em restaurantes as quais não estamos familiarizados no Brasil. Se você for o tipo de viajante mão-de-vaca que se preocupa com o valor das coisas que consome, sempre que for comer fora verifique se o coperto ou o servizio estão inclusos no valor do menu. Afinal, qual a diferença entre mancia, coperto e servizio?

Na Itália esses nomes esquisitos são taxas cobradas pelos restaurantes, e vou dividi-los em tópicos para ficar mais claro:

Coperto: Esse serviço é cobrado em forma de valor fixo por pessoa da mesa (inclusive crianças). Um valor razoável seria 1€ ou 2€ no máximo, mais do que isso já seria considerado caro. Pagar por esse valor é obrigatório e geralmente vem escrito no menu se cobra ou não. Se você for consumir o menu (primeiro prato+segundo prato+bebida) verifique se o coperto está incluso no valor final. Pela minha experiência, geralmente divulgam quando não há coperto e não falam nada quando há. Mas afinal, o que é isso?  Os italianos tem essa cultura de cobrar pelo espaço e pelos utensílios que você utiliza no local. Por exemplo, o coperto seria os pratos, os talheres, os guardanapos. Nada tem a ver com o serviço do garçom ou da equipe do restaurante. Apesar de eu não concordar, há quem diga também que o coperto são as entradinhas que são servidas na mesa: pão, azeite, azeitonas, etc. Porém, mesmo sem pedir e sem consumir essas coisas, você será cobrado.

Servizio: O servizio está diretamente relacionado à equipe do restaurante como um todo, não só com o garçom que atende a sua mesa. No servizio está incluso o trabalho do garçom, da faxineira, do cozinheiro, do barman, etc. Ou seja, o funcionamento do restaurante como um todo. Não tem unanimidade, mas li relatos de que é cobrado em forma percentual da conta (geralmente 10%) mas em alguns restaurantes que eu fui, fui cobrada por cada pessoa da mesa o valor de 1€/cada.

Mancia: É a nossa velha e conhecida gorjeta. Na Itália a gorjeta não é obrigatória e se você não der nada pro garçom não ficará mal visto. Os garçons da Itália ganham relativamente bem e não sobrevivem das gorjetas dos clientes, como os garçons norte-americanos, por exemplo. Porém, se você foi bem atendido não há nada que impeça dar a quantia que quiser, diferentemente do Brasil que costumamos dar 10%, não há uma alíquota pra isso, você dá quanto quer. Eu já fui em restaurantes na Itália que não dei gorjeta nenhuma, já dei 10% e já dei 20%. Vai depender diretamente do atendimento ser bom e da sua disponibilidade em fazer esse agrado.

E vocês? Tem algo a dizer sobre isso?

Um beijo!