Como chegar em Pisa

Pisa: Vale a pena ir?

Pisa é uma das províncias que compõem a bela região da Toscana, e além da famosa torre, a cidade respira arte, história e uma rica cultura e gastronomia. Desde ela pode-se ver o Rio Arno, típico rio italiano que nasce no Apeninos e atravessa a região da Toscana, passando por Florença e Pisa antes de desembocar no Mar Tirreno. A cidade está localizada a apenas 83km de Florença e se você for voar pelas companhias Low-cost para Florença, com certeza chegará através do aeroporto de Pisa.

Chegar na terra de Galileo Galilei é extremamente fácil e a paisagem ajuda! Não durma no trem, fique de olhos bem abertos para sentir que sim, você está na Itália… seus belos campos verdes, plantações e tudo aquilo que vemos nas novelas estará na janelinha bem adiante dos seus olhos durante essa curta mas gratificante viagem.

Fui para Pisa no outono e como a maioria das pessoas que vão para a cidade, fiz um bate-volta desde Florença e valeu muito a pena! Quer saber como chegar de trem? Então vamos lá!

COMO CHEGAR EM PISA DESDE FLORENÇA DE TREM

Não precisei comprar passagem antecipada, os trens partem a todo momento e não tive problema em encontrar assento vazio. Partimos para a Estação Firenze Santa Maria Novella e ascendemos ao trem. A viagem de ida durou aproximadamente 40 minutos, e a de volta foi um pouco mais longa pois tinham bem mais paradas e durou 1:30h. Não esqueça de validar seu ticket em uma das máquinas da Trenitalia, pois se o fiscal lhe parar e não estiver validado você pode ter problemas. Ninguém passou no vagão do trem onde eu estava para recolher ou verificar os bilhetes (estranho né?). Preço da passagem: 16,00€ (ida e volta – valores de outubro/2014). Se quiser comprar online, clique aquiOBS: Fique atento para o nome da estação, pois Pisa não é a última parada do trem, ele apenas para na cidade e segue viagem.

IMG_9401

Máquina de autoatendimento para compra de passagens

IMG_9404

Máquina para validação de tickets Trenitalia

IMG_9403

Interior do trem…

Desci na estação Pisa Centrale, que apesar de não ser tão pertinho da Torre, temos a opção de pegar um ônibus bem na porta que lhe levará até a Piazza dei Miracoli. Porém, como eu queria conhecer a cidade e não só a Torre, fui andando (melhor opção!).

O QUE FAZER EM PISA

Como eu estava azul de fome, no caminho para a Piazza dei Miracoli fui almoçar. E que achado!! Almocei num restaurante super simples, paguei pouco e comi bem! Fica bem pertinho do Rio Arno, no caminho para a Piazza. Na ocasião comi Cotoletta alla milanese e Gnocchi ai 4 formaggi. Gastei 8€. OBS: Vale ressaltar que é um local simples, não espere por luxo ou atendimento espetacular. Endereço: Via Francesco Crispi, 1, Pisa.

IMG_9424

Já felizinha por ter comido um gnocchi bem gostoso, parti para a Piazza dei Miracoli, mas no caminho me deparei com o Rio Arno e claro que aproveitei pra tirar umas boas fotinhos. 🙂

IMG_9427_Fotor

Rio Arno

IMG_9515_Fotor

Rio Arno

Mais alguns minutos chegamos ao nosso destino: Piazza dei Miracoli. Essa praça é cercada por uma muralha e abriga um dos principais centros de arte medieval do mundo. Tem uma grande área verde no local e estão presentes quatro grandes edifícios religiosos: A Catedral de Pisa, A Torre inclinada, o Batistério e o Cemitério Campo Santo.

IMG_9488_Fotor

Muralha da Piazza dei Miracoli | Pisa

IMG_9476_Fotor

Complexo Piazza dei Miracoli

A praça como já podemos imaginar é lotada de turistas e todo mundo tentando tirar a clássica e clichê foto segurando a torre – e claro que eu também tirei a minha! É possível subir na Torre, mas lá de cima não dá pra ver o principal… a própria torre. Por esse motivo preferi não subir e fiquei admirando-a por fora. A subida é feita somente por escada e tem aproximadamente 297 degraus. Por razões de segurança o acesso interno é bastante controlado, então não hesite em comprar seu ingresso antecipadamente se pretende subir. Preço: 18,00€. Clique aqui para comprar.

IMG_3489_Fotor

Foto óbvia!

IMG_9482

Preços do Complexo Piazza dei Miracoli

Logo depois de tirar 6037987 fotos, fui retirar meu ingresso para entrar na Catedral. Apesar do acesso ser gratuito, é necessário pegar um ticket com hora marcada para entrar. O ingresso é distribuído na própria praça, num prédio do lado esquerdo da igreja. Recomendo MUITO que a primeira coisa que façam é retirar as entradas, pois não costuma ser rápido. Fiquei esperando minha vez aproximadamente 1:30h, mas valeu MUITO a pena! A Catedral é preciosíssima! –  por dentro e por fora.

IMG_9506

Ingresso com hora marcada

Sua construção começou em 1063 e tem o seu interior revestido por mármore branco e preto, teto dourado e afrescos. A Catedral sofreu um grande incêndio em 1595 e precisou ser redecorada, porém muita coisa “sobreviveu” ao incêndio. Os mosaicos do interior mostram uma forte influência bizantina, enquanto que os arcos indicam a influência islâmica.

IMG_9473

Catedral de Pisa

IMG_3519

Interior da Catedral de Pisa

IMG_3507

Interior da Catedral de Pisa

IMG_3510

Interior da Catedral de Pisa

IMG_3505

Interior da Catedral de Pisa

Após babar muito com a beleza da igreja, fui passear na feirinha de artesanato que tem junto da muralha. Lá aproveitei pra comprar uns souvenirs e tomar um cappuccino italiano.

IMG_9491_Fotor

Feirinha de Pisa

E que curiosidade… eu já tinha passeado por vários lugares da Itália e nunca tinha prestado atenção na diferença do cappuccino brasileiro pro capuccino italiano. Pra quem não sabe, capuccino é uma bebida típica da Itália, e ao contrário do Brasil, não leva chocolate em pó. A receita original leva café expresso (70%) e leite quente (30%). É muito similar ao café com leite, mas a diferença é que o caffe latte leva mais leite que café, e tem sabor mais suave (mais de leite!) – 70% leite, 30% café. Fonte: Minha amiga italiana Valentina (Grazie!!). Desculpem-me meus amigos italianos, mas eu prefiro tanto o café quanto o cappuccino brazuca (bairrismo?). 😀

Não visitei o Batistério, mas é possível visitá-lo mediante um ingresso de 5€. É o maior batistério da Itália, e foi construído em 1153 em homenagem a São João Batista. Li na internet que o interior do Batistério não é muito bem decorado e muitas pessoas se decepcionam pois imaginam que seja muito bonito e não é tanto – porém, por fora é belíssimo. Onde? Está localizado bem em frente a Catedral.

IMG_9505

Batistério de Pisa

De lá parti para as ruelas da cidade. Gente, como as ruas são labirintos em Pisa! De todas as cidades que conheci na Itália, achei Pisa a mais serpenteante. Mas eu não reclamo, particularmente acho isso um charme! 😀 Segui para a rua Corso Italia, uma rua extremamente movimentada e comercial, então se quiser comprar presentinho para alguém, lá é o lugar…

IMG_3522

Pisa

IMG_9511_Fotor

Ruelas estreitas e charmosas *_*

Dei uma breve passadinha na Piazza dei Cavalieri, a segunda praça mais famosa da cidade. Antigamente, representava o centro do poder. No local encontram-se o Palazzo della Carovana e o Palazzo dell’Orologio.

IMG_9507

Palazzo della Carovana, atualmente uma Universidade

IMG_9510

Por aqui não é Wifi, é WiPi!

De lá corremos pra pegar o trem… já chegava a hora de voltar pra Florença e aproveitar nossa última noite na Toscana.

E vocês? Já visitaram Pisa?

Um beijo!