Cassino de Montecarlo

O que ver em Mônaco num bate-volta

Imperdível para quem visita a Riviera Francesa, esticar para Mônaco é esticar para um rico país peculiar de apenas 2 km² e considerado o segundo menor do mundo, atrás apenas do Vaticano. Localizado em um pontinho do Mar Mediterrâneo, bem pertinho da Itália, a cultura franco-italiana se mistura e resulta no luxuosíssimo Principado.

Este poderoso país abriga o maior número de milionários per capita do mundo, possui índice de desemprego beirando 0% e a menor taxa de pobreza do mundo.

Em Mônaco não existe nenhum imposto de renda pessoal sobre os cidadãos. A ausência da cobrança de  imposto de renda no principado atrai um grande número de ricos residentes de países europeus que obtêm a maior parte de sua renda a partir de atividades oriundas de outros países. Mas não pense que não existe imposto por lá, existe sim, porém não o imposto de renda, ao qual estamos acostumados. Nem imposto imobiliário. Nem sobre ganho de capital. Imposto por lá somente o de produtos e um de segurança social. Não é à toa que é um dos paraísos fiscais mais conhecidos do mundo – e não só fiscal, e vocês logo vão entender o que estou falando. 🙂

Confesso que me encantei com esse lugar. A beleza natural, as belas paisagens, o mar mediterrâneo, as pessoas exageradamente educadas, a cidade impecavelmente limpa e organizada… impossível não se espantar. Uma curiosidade é que em todos os estabelecimentos comerciais que eu entrava havia sempre um quadro com uma foto do atual príncipe fixada na parede – e depois de eu ver um país funcionando tão perfeitamente bem, eu quase compro um quadro e coloco uma foto dele na minha sala. (brinks) 

Dica: A não ser que você seja uma mega celebridade que não abre mão de um salto alto por nada, andar com sapato desconfortável por lá não é uma boa ideia. Dezenas de ladeiras estarão esperando por você. Por mais que tenham belos elevadores PÚBLICOS pra dar uma ajudinha pra levar você da rua de baixo pra rua de cima (pasmem), elas sempre estarão ali prontas pra gastar a sola do seu sapato.

Esse belo país apesar de pequeno, tem algumas atrações interessantes para conhecer. A principal delas é o Cassino de Montecarlo, desenhado em 1878 pelo mesmo arquiteto da Ópera de Paris, Monsieur Charlie Garnier. Não precisa você vestir vestido de gala pra conhecer esse local e tampouco despender rios de euros para ver descer pelo ralo. A visita custa 10,00€ e é necessário apresentar documento de identificação na entrada, caso você tenha esquecido de levar consigo, no way.

Com esse valor você pode conhecer o salão principal e a sala de máquinas, que contraditoriamente à beleza, são os mais “simples” de serem visitados. Mas não se engane, são lugares belíssimos, cheios da riqueza e do glamour. E claro, cheio de chineses brincando. Lembro bem de ver um chino jogando 5€ e ganhando 100€.

Cassino de Montecarlo

Cassino de Montecarlo

Praça do Cassino ainda enfeitada com decoração natalina em meados de janeiro...

Praça do Cassino ainda enfeitada com decoração natalina em meados de janeiro…

Caso você queira brincar um pouco nas máquinas e tentar a sorte como ele, com simbólicos 5€ você pode. Meu amigo jogou 5€ e ganhou 25€. Eu perdi tudo, claro kkk. De lá também é possível ver a sala de roletas, com apostas começando por 1000€.

OBS: Saiba que infelizmente não é permitido tirar foto no local.

De lá se quiser brincar um pouco mais de rico, se dirija para o Café de Paris, bem em frente ao Cassino. Lembro com clareza de ser bem carinho, mas afinal, você está em Mônaco, na praça do Cassino vendo milhares de milionários desfilando com Ferraris e Lamborghinis e não se importando em pagar 7€ em 200ml de Coca-Cola.

Na mesma praça também tem outros Cassinos menos glamourosos que o citado anteriormente. Mas, de qualquer forma, chiques. OBS: O do Café de Paris é um deles.

Aos apaixonados por Fórmula 1, Mônaco sedia o Grande Prêmio de Fórmula 1, o qual foi vencido 6 vezes pelo piloto brasileiro Ayrton Senna, que diversas vezes comemorou sua vitória dando um banho de champagne na família real. Quem não lembra dessa cena, passada inúmeras vezes na tv? 🙂

Fonte: Ig Esportes|Foto: Getty Images

Fonte: Ig Esportes|Foto: Getty Images

É possível caminhar pelas pistas onde as corridas acontecem e de onde dão a largada. Imaginar como fica aquilo ali exatamente hoje (23 de maio), que é quando está rolando o famoso campeonato, com todos os efervescentes bilionários reunidos pra assistir essa chatice, com um dos objetivos sendo ver e ser visto.

Fórmula 1: Pista da largada

Fórmula 1: Pista da largada

IMG_3342

Outro ponto interessante de conhecer no país é a Catedral de Mônaco, bonita igreja de estilo românico onde Grace Kelly casou-se com o Príncipe Rainier III. Ao longo de toda cidade existem placas informativas com imagens reais da Princesa e dos lugares por onde ela costumava passar em seu cotidiano. Muitos dos membros da família Grimaldi foram enterrados ali, inclusive o célebre casal.

Catedral de Mônaco

Catedral de Mônaco

Casamento de Grace Kelly e Principe Rainier III

Casamento de Grace Kelly e Principe Rainier III

Catedral de Mônaco

Catedral de Mônaco

Túmulo de Rainier III

Túmulo de Rainier III

Relativamente perto da Catedral está o Palais Princier, local de residência da família real até os dias atuais. Essa fortaleza construída em 1215 fica fechada durante alguns meses do ano, inclusive o mês que eu fui (janeiro). Porém, para quem não vai nesse mês recomendo a visita, pois custa apenas 8€ a entrada e conta um pouco da história do Principado, além de poder ver todo o luxo da realeza de Mônaco.

Quando ir: Aberto de 2 de abril até 31 de outubro. Nesse período fechado dias 09 e 10 de maio e de 10 a 12 de julho. Nos demais meses encontra-se fechado para visitação.

Palais Princier

Palais Princier

Palais Princier

Palais Princier

A vista do alto da Praça do Palácio

A vista do alto da Praça do Palácio

Mônaco

Mônaco

A estátua de François Grimaldi, conhecida como Malizia, disfarçado como um frade da  Ordem de São Francisco, chama a atenção de quem passa em frente ao palácio. Esse nome foi dado para fazer alusão à sua esperteza em conseguir entrar no Palácio vestido como um monge para abrir os portões para suas tropas invadirem o local. Este capítulo da história, ocorrido no ano de 1297, deu início ao poder dos Grimaldi até os dias atuais.  Atualmente, o primeiro nome da linhagem da família é Albert II, Príncipe de Mônaco,  filho de Rainier III com a atriz Grace Kelly.

IMG_4226Em frente ao Palácio você estará em Mônaco Ville, paraíso com belas ruelas bem decoradas e com arquitetura bem conservada. Não deixe de passear por essas ruas e comprar souvenir, pois terá muita opção por ali.

O que ver em Mônaco Ville

O que ver em Mônaco Ville

Apos descer toda a ladeira de novo (e trata-se de muita!) caminhe pela Marina com seus deslumbrantes iates atracados. Impossível não ficar boquiaberto com tanta beleza, que se mistura entre natural e material.

Grande escadaria de acesso ao Palais Princier

Grande escadaria de acesso ao Palais Princier

IMG_3361

Como chegar em Mônaco:

De trem: Trens diários oriundos de Nice, Paris e Milão.

De avião: Aeroporto Nice-Côte d’Azur, a 22 km do principado.

Vai de carro? Saiba onde estacionar e quanto custa (valores de 2015):

Estacionamento público em Mônaco: A partir dele você vai caminhando para todas as atrações.

Estacionamento público em Mônaco: A partir dele você vai caminhando para todas as atrações.

Quanto gastar no estacionamento público de Mônaco: Vai variar de acordo com o tempo que ficar estacionado.

Quanto gastar no estacionamento público de Mônaco: Vai variar de acordo com o tempo que ficar estacionado.

Se tiver interessado em saber onde comer em Mônaco sem gastar uma fortuna, fique ligado no próximo post. 🙂

Beijos!